setembro 03, 2007

O BICHO-RELÓGIO

Peguei no bicho-relógio
Provocando-lhe um aborto
(Parti-o ao meio)
Recordo que à data se preparava
Para sair prematura
A hora certa
Depois, parti
Em busca das várias partes
E montei uma máquina do tempo
Que em vez de funcionar
Acabou por emprenhar
Era eu
Fénix renascida
Com 2 ponteiros no ventre

Mário Lisboa Duarte




expressão visual por Raquel Sousa

3 comentários:

vértice avulso disse...

e dois ponteiros na bifurcação cimeira da gravata: a responsabilidade de andar com o tempo ao peito, de andar com o eu ao ventre, de andar com o eu ao colo*

Hugo Zapparoli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hugo Zapparoli disse...

olá meu caro Mário...
bão demais?!
gostei de sua escrita, vc é artísta marginal? de onde?

Nasce às margens da capital triângulo mineirense, um grupo formado por autores e admiradores da ARTE MARGINAL. O Grupo ARTE MARGINAL esta sendo criado para incentivar a periferia no desenvolver e divulgar de sua béla arte, que ecoa comum grito, nos grandes becos.
VIVA A ARTE MARGINAL

EM FEVEREIRO
1º Sarau Arte Marginal

"MARGINAIS DESTE MUNDO, UNI-VOS!"
como vc mesmo disse...

"estamos aqui pra mostrar a cara, sabemos que SOMOS A VÓZ que ecoa pelos becos, e não vamos nos calar, pois invadimos as pistas e gritamos ARTE MARGINAL".

UM FORTE ABRAÇO DOS TRIÂNGULO MINEIRENSES DO GRUPO ARTE MARGINAL - GAM