novembro 27, 2007

(SUB) MISSÃO

Bato na tecla
Ao ritmo de uma imagem por carácter
No passo ora trôpego, ora bruto
Em busca do trauma original
Curvo-me pescando e repuxando
A memória
Atemorizado pela sucessão
De recordações (minhas?)
Que se atiram sobre o abismo
Involuntariamente

Mário Lisboa Duarte

Pintura Rupestre por Frederico Fonseca

1 comentário:

Friday disse...

wow... espetacular... mt simples e curto...mas profundo :D


aproveito para divulgar também os meus poemas

http://cgravata.blospot.com