janeiro 22, 2007

AFORISMO PSICANALÍTICO

Essa
pressa
de repressão
depressa
apressa a
depressão

Mário Lisboa Duarte


expressão visual por Frederico Fonseca

6 comentários:

Goncalo Veiga disse...

Está original! ;)

Tânia Pereira disse...

Teias mal esboçadas e de fraca resolução deixam as presas fugir e não nos dão a felicidade que almejamos..apenas a infelicidade de que fujimos!!

Marginal disse...

Levante-se o advogado de defesa, de seu nome "A. Caeiro.

Senhora juíza:

"Pouco me importa. (24-10-1917)

Pouco me importa.
Pouco me importa o quê? Não sei: pouco me importa."

Não te enroles tu na tua própria teia ó musa...

i2_s2 disse...

esta presa da representação com o verbo expressa o agrado
desta leitura-visualização*

amf disse...

e a repressão.

Ana Cristina Leonardo disse...

Está original! ;)

Que raio de comentário!